A chegada do Onboarding

O Onboarding consiste no processo de incorporar o novo colaborador na organização desde o primeiro instante, nomeadamente envolvê-lo na missão, na cultura, nos valores, na equipa, na função e nos objetivos da organização de forma a concluir a sua efetiva integração, potenciando a sua performance.

onboarding

O processo de Onbording ficará concluído quando o novo colaborador for produtivo e se sentir membro efetivo da organização. Desta forma, criamos este manual com exemplos de boas práticas que ajudaram a alcançar esse objetivo:

  • Preparação

É importante que o novo seja envolvido na organização antes do seu primeiro dia para o ajudar a sentir-se vinculado com a organização.

EXTRA POINTS: Faça com que o novo colaborador se sinta bem vindo, questionando acerca das suas preferências a nível de recursos de trabalho e decorando o seu local de trabalho com notas de boas vindas.

  • Primeiro dia

É crucial que a primeira impressão do colaborador seja positiva no sentido de promover expectativas futuras. Para isso destacamos a importância de informar, socializar e celebrar.

EXTRA POINTS: Dê um toque especial oferecendo um kit de boas-vindas, marcando um lanche ou um almoço em equipa e realizando um questionário de interesses.

  • Primeira Semana

A palavra-chave da primeira semana é o sentimento de pertença.

Esta é a semana de formação acerca da função e a definição do seu papel na organização.

EXTRA POINTS: Seja paciente. A formação contínua é mais fácil de reter do que a formação em massiva.

  • 30 Dias

O primeiro mês é baseado em conexões e em alcançar metas.

Neste período, inicia-se o desenvolvimento de um plano de carreira futuro.

  • 90 Dias

Um processo de Onboarding bem estrururado dura cerca de 90 dias dependendo do cargo e do colaborador.

Neste momento o colaborador começa a fazer contribuições valiosas para a organização, contudo é importante continuar o acompanhamento.

Receba as notícias e conteúdos de RH e mantenha-se atualizado.