A Avaliação de Desempenho no Teletrabalho

É muito importante que as organizações se preocupem com o bem-estar, as necessidades e expectativas dos colaboradores, garantindo condições de crescimento para que estes possam alcançar novas metas, os melhores resultados possíveis e se sintam sempre (auto) motivados. Para isso, é essencial o feedback.

O processo de Avaliação e Desempenho deve evidenciar um feedback positivo, construtivo com vista a uma genuína evolução do Colaborador. Claro que, de forma objetiva, devem ser destacados os pontos a melhorar, mas não sem antes se abordar o que aconteceu de positivo, os desafios alcançados bem como os pontos fortes do Colaborador.

É normal que a Avaliação de Desempenho seja subentendida, pelas organizações, como um processo complicado, uma vez que apresenta um enorme impacto no trabalhador e na sua relação com os demais colegas e chefias.

Ora, se a Avaliação do Desempenho já é vista como um processo delicado, durante a crise pandémica que vivemos, pode ser encarada quase como um “monstro, uma missão impossível. Como vamos avaliar os nossos colaboradores se estão em teletrabalho? Como proporcionar um feedback quando não estamos fisicamente com o colaborador a validar o seu trabalho? E reunimos por videoconferência ou presencialmente?

Este é um dos muitos processos em que a tecnologia pode e deve ser uma grande aliada.

Já pensou em ter um processo totalmente interactivo e completamente tecnológico?

São várias as vantagens de otimizar este processo, tais como:

Consistência: sistematizar o processo, registar e comparar valores;

Acessibilidade: num clique, são consultadas as informações recolhidas, algumas automaticamente (ex. Produtividade);

Melhor gestão do tempo: Conciliação de agendas seja para preenchimento de inquéritos, entrevistas ou análise dos dados;

Simplificar: o processo, as respostas, a interação, a recolha e tratamento de dados;

Integração: com restantes áreas de Gestão de Recursos Humanos como a formação (diagnóstico de necessidades de formação) e o payroll (atribuição de recompensas).

A digitalização deste processo permite agilizar o feedback e proporcionará ao colaborador, numa época de incertezas como a que vivemos, um maior entendimento das suas tarefas, dos seus objetivos e das expectativas da organização sobre o seu trabalho. Por outro lado, a empresa consegue uma visão 360º do clima motivacional, do estado dos projetos, da formação necessária, alinhando este conhecimento com a sua estratégia para que na organização todos remem na mesma direção, vestindo a camisola!

Autora:

Joana Reis, Consultora uMan Xpert 

Receba as notícias e conteúdos de RH e mantenha-se atualizado!